Anúncio Patrocinado


Com atividades paralisadas desde 25 de março, os times da NFL, a liga nacional de futebol americano dos EUA, poderão voltar às atividades de modo restrito a partir de hoje (19). Observação: tanto “poderão voltar” quanto “voltar às atividades” devem ser entendidos pelos times com muitas aspas e alguns asteriscos.

É que, quanto a retomar as atividades, isso não envolve a partir dessa terça-feira treinos com jogadores. Somente o staff dos times nos estádios e outras instalações pertencentes à franquia poderão voltar ao trabalho. Jogadores ali dentro só se estiverem em algum programa de reabilitação e fisioterapia que foi interrompido quando a pandemia começou.

Anúncio Patrocinado

Quanto à volta das atividades e a reabertura das instalações, tal processo passa pelo cumprimento de uma série de exigências divulgadas pela NFL. Cada time só poderá reabrir se estiver cumprindo as leis de seu respectivo município e estado. Além disso, não poderão ter mais de 50% do staff ao mesmo tempo no local de trabalho e esse número não pode ser superior a 75 pessoas. O total permitido vale para a soma de todos os locais de trabalho do clube, não 75 para cada local se for o caso. Fora a ausência de jogadores, treinadores também não poderão estar trabalhando. Cada time também deverá se comprometer a avisar imediatamente a liga se houver qualquer caso positivo de Covid-19 em seu time.

Fora essas condições descritas, os times também deverão seguir um protocolo de segurança com regras sanitárias. Todos deverão usar máscaras no trabalho e funcionários e visitantes deverão ter a temperatura corporal auferida e responder um questionário para verificar se houve risco recente de exposição ao coronavírus. Também, desde maio cada time precisou criar um novo departamento obrigatório, batizado de Infection Control Officers. Esse time, que receberá treinamento da liga, deve estar pronto para responder a qualquer emergência envolvendo contaminação pelo Covid-19.

A liga divulgou o calendário de jogos, com a temporada 2020-2021 começando em 10 de setembro, mas a data é apenas uma previsão e pode ser alterada em algumas semanas, dependendo do desenvolvimento da pandemia do Covid-19 nos Estados Unidos, país que lidera o número de casos no mundo. O primeiro jogo será entre o atual campeão, o Kansas City Chiefs, em sua casa, recebendo o Houston Texans.

Estima-se que, se a NFL 2020 ocorresse sem público pagante por medidas de segurança diante da pandemia, a perda total com bilheteria seria de US$ 3,2 bilhões. Cada time teria um prejuízo de US$ 100 milhões.



Link do Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui