Anúncio Patrocinado


Katy Perry se solidariza com jovem vitima de homofobia

Katy Perry, de 35 anos, grávida da primeira filha, se sensibilizou com a história do brasileiro Jefferson Feijó, morador de Recife. Fã incondicional da cantora, infelizmente, o jovem foi mais uma vítima de homofobia, há dois anos.

Anúncio Patrocinado

Depois que celebridades como Hugo Gloss, Whindersson Nunes e admiradores fizeram campanha na internet, para que a artista tivesse conhecimento da história, enfim, a loira comentou em um perfil que contava o ocorrido.

"Eu o amo, a força dele me faz sorrir", frisou Katy. De acordo com o portal G1, o agressor de Jefferson foi denunciado pelos crimes de roubo qualificado e estupro. O marginal encontra-se encarcerado.

Katy Perry comentou no perfil que relatava a história do jovem

Depressão

Katy Perry fez uma dramática revelação esta semana em uma conversa com a rádio SiriusXM CBC. A cantora, que está noiva e grávida de Orlando Bloom, reconheceu que considerou tirar a própria vida após sua separação do ator em 2017 e por causa das baixas vendas de seu disco na época.

Perry admitiu que ficou 'dividida ao meio' depois de seu rompimento temporário e as fracas vendas de álbuns, e afirmou que tinha caído 'no fundo do poço' naquele momento em que considerou o pior.

"Minha carreira estava nessa trajetória quando subia, subia e subia e então tive a menor mudança, não tão grande do ponto de vista externo. Mas para mim era sísmica", relembra. "Eu tinha dado tudo de mim e isso literalmente me partiu ao meio. Eu terminei com meu namorado, que agora é o futuro pai do meu filho e fiquei empolgada em voar alto no próximo álbum. Mas a validação não me fez sentir bem, então eu apenas caí”, justifica.

Felizmente a cantora agora está em outra sintonia, muito feliz ao lado de Bloom, com quem aguarda ansiosa a chegada de sua filha.

Para Perry a gratidão salvou sua vida.

"A gratidão é provavelmente a coisa que salvou minha vida, porque se eu não a tivesse encontrado, eu teria mergulhado na minha própria tristeza e provavelmente eu tivesse pulado", recorda.

Anteriormente, Katy Perry já falou sobre suas lutas com sua saúde mental.

A cantora documentou como a depressão a deixou não querendo sair da cama nos anos mais difíceis de sua vida em 2017 e 2018.

Ela disse à Vogue India em janeiro: "Fiquei deprimida e não queria sair da cama. No passado, eu era capaz de superá-lo, mas desta vez aconteceu algo que me fez cair muitos lances de escada. Eu realmente tive que fazer uma jornada de saúde mental.", contou.:20

Katy Perry comenta sobre futuro da filha
Katy Perry exibe barrigão durante show de formatura virtual



Fonte do Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui