Anúncio Patrocinado


Confira dicas para cuidar da sua imunidade por meio da inteligência emocional

Na primeira parte desse artigo, você entendeu mais sobre como as emoções podem influenciar a sua imunidade, especialmente em tempos mais delicados, como a pandemia do coronavírus que estamos vivendo. Também compartilhamos algumas dicas de como cuidar da saúde mental e física e integrar esses dois campos.

Anúncio Patrocinado

Agora, vamos dar mais três dicas de como você pode manter a harmonia durante essa quarentena. Considerando que tudo está conectado no nosso organismo, é essencial ter cuidado com a rotina que você adota. É por meio da construção dos hábitos que se mantém as saúdes física e mental equilibradas.

Alimentação

Mulher cortando fruta na cozinha
Foto de Nathan Cowley no Pexels

Que a alimentação é fundamental para manter o corpo funcionando, isso todo mundo já sabe. Mas você já parou para pensar o quanto os alimentos que você ingere podem influenciar a sua mente? A necessidade de manter harmonia quando você está comendo vai além da possibilidade de se desenvolver algum transtorno ou distúrbio alimentar.

Ter atenção às comidas significa entender do que seu corpo realmente precisa e filtrar essas escolhas de forma consciente. Assim, você vai perceber quais são os padrões de comportamento que você desenvolveu, como as suas emoções influenciam o seu apetite e vai até conseguir diferenciar o que é fome do que é uma válvula de escape que o corpo encontrou frente aos problemas.

Dentre os benefícios de uma alimentação consciente, estão o controle do peso — visto que você vai ter maior controle dos nutrientes e calorias ingeridos —, o autoconhecimento — afinal, você vai entender melhor o que está sentindo — e a diminuição de sintomas como dores de cabeça ou problemas digestivos.

Você deve estar se perguntando: como eu consigo praticar a alimentação consciente? Não é um processo difícil. Você precisa simplesmente ter mais atenção à sua relação com a comida. Primeiro, entenda quais são os sintomas físicos da fome: energia mais baixa que o normal, estômago roncando e até mudança de humor.

Além disso, é importante saborear bem a comida, sem pressa. Comer rápido acaba dificultando essa etapa e pode dar a sensação de mais fome e descontrole da alimentação. Evite pular as refeições e, enquanto come, observe os próprios pensamentos e comportamentos para saber como lidar melhor com os sentimentos.

A alimentação também tem ligação direta com a produção de hormônios e substâncias no nosso organismo. O triptofano, por exemplo, encontrado em comidas como banana, leite e ovos, ajuda a produzir serotonina, diminui os sentimentos de ansiedade e aumenta o bem-estar e felicidade. Já a vitamina B3, encontrada no arroz, trigo e milho, auxilia na regulação do sono, que é essencial para a produtividade e estabilidade do humor.

Exercícios físicos

Mão mexendo em notebook com tapete de academia e peso visto do alto
Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Sua qualidade de vida está diretamente ligada à quantidade de exercícios físicos que você pratica. Além de ajudar a regular as atividades orgânicas, otimizar o sistema cardiovascular e o equilíbrio hormonal, essas atividades também ajudam o bom funcionamento da mente, proporcionando sensações de bem-estar e relaxamento.

Os exercícios físicos ajudam a balancear a produção de adrenalina e cortisol, que são hormônios ligados ao estresse e, por isso, nos sentimos relaxados no fim dessas atividades. Já a endorfina é produzida em maior quantidade, garantindo o sentimento de prazer. Outras vantagens de manter o seu corpo em movimento são que as funções cognitivas são mais trabalhadas e melhoram a memória e o raciocínio lógico.

Se você ainda não encontrou uma atividade que se identifica, não se preocupe. Enquanto procura, pode trabalhar o seu corpo e mente de forma simples: com o alongamento. Busque aulas no YouTube ou outras redes sociais que o ajudem a alongar os músculos. Alguns minutos por dia já são o suficiente para produzir mais serotonina, neurotransmissor que promove o bem-estar.

Além disso, essa é uma forma prática de aliviar as tensões do dia a dia, melhorar a postura — que muitas vezes é prejudicada por causa da vida profissional — e melhorar fatores como flexibilidade e respiração. Não deixe de se exercitar: reserve um tempo da sua rotina para esse fim e perceba a diferença no funcionamento do seu cérebro e do corpo. Sua integridade emocional e imunidade estarão mais fortalecidas após essa mudança de hábitos.

Não deixe de conferir as regras da sua cidade para a prática de exercícios ao ar livre durante a pandemia. Se ainda não estiverem liberadas, não desanime, procure por aulas online e abuse da criatividade para não deixar o corpo parado!

Exercícios de relaxamento

Homem sentado em posição de lótus de olhos fechados meditando
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

A rotina estressante já predomina na vida de muitas pessoas. Esse sentimento está geralmente atrelado a outros como raiva, tensão, medo, ansiedade, ingratidão e solidão que, juntos, contribuem para o desequilíbrio emocional e para a queda da imunidade. Eles são um sinal de que não estamos tendo o cuidado ideal com a nossa saúde e emoções.

Para mudar esse cenário, você precisa prestar mais atenção aos seus padrões de comportamento e pensamento. A Hipnoterapia é uma metodologia que o ajuda a ter essa percepção por meio do autoconhecimento e acesso ao subconsciente. Conhecer a origem dos padrões que estão o limitando é muito importante nesse processo.

Mas, além disso, existem outras formas de relaxar a mente. Isso é importante para que você fique menos ansioso e mais produtivo, esqueça um pouco as preocupações e consiga focar o seu desenvolvimento pessoal. Esse relaxamento é essencial para que você consiga ter mais facilidade para superar obstáculos e alcançar metas e objetivos.

Você também pode gostar

Além da meditação e ioga, duas técnicas muito conhecidas por promover a integridade emocional e o equilíbrio com a imunidade, você pode conectar-se com a sua respiração, ter mais atenção aos movimentos musculares e aumentar a percepção dos seus sentidos: o que você está ouvindo? O que está em contato com o seu corpo? Essas são perguntas que vão fazer você se concentrar no “aqui e agora” e melhorar a qualidade de vida.

Para ajudá-lo, fizemos este vídeo curto com um exercício de relaxamento para você colocar em prática no seu dia a dia. O importante é tornar o momento de descanso e alívio das tensões um hábito presente na sua rotina. Não deixe de conferir e deixar o seu comentário!

O post Integridade emocional e imunidade na pandemia: saúde física e mental apareceu primeiro em Eu Sem Fronteiras.



Fonte do Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui