Quando, finalmente, aparece alguém

Tempo de leitura: 3 minutos



A vida vai passando por nossos olhos.

Passando e nos deixando marcas de acontecimentos e relacionamentos ao longo do caminho.

Seria demais dizer que a vida é perfeita?

Alguns podem dizer que sim, mas outros, certamente, dirão que não.

O que quero dizer é que essas marcas, muito provavelmente, caminharão lado a lado conosco, nos tocando muitas vezes, sem que possamos perceber de imediato.

Casal deitado inverso

Formamos em nossas mentes uma moldura de nossas vidas, e essas experiências vividas vão nortear nossas ações e reações, interagindo profundamente com nossos sentimentos e influenciando as pessoas que nos cercam, sejam elas próximas ou não.

Muito provavelmente tivemos relacionamentos que nos marcaram de maneira profunda.

Certamente haveremos de ter tido bons momentos.

A vida é feita de momentos.

Porém, talvez tenhamos passado por pessoas que nos magoaram muito.

Que nos decepcionaram muito.

Que nos entristeceram muito.

Que faltaram com a verdade e nos iludiram de forma marcante em relacionamentos familiares ou amorosos.

Casal se olhando sorrindo

Foi nos feito um download de arquivo “vacina”, para agirmos e reagirmos em situações futuras, na tentativa de isolar qualquer nova decepção futura.

Estamos com o antivírus totalmente instalado para podermos nos prevenir de qualquer nova tristeza no percurso.

Neste instante, nessa proteção, nos isolamos de trocas de energias positivas, nos recolhendo a um mundo particular, muito nosso.

Não trocamos mais amor.

As pessoas serão, agora, totalmente rotuladas e conceituadas de forma antecipada, sem qualquer conhecimento mais profundo de seu ser.

Mas, de repente, não mais do que de repente… aparece alguém.

Ainda não podemos perceber, pois rótulos não podem ser percebidos.

Somente atitudes, emoções, sensibilidades.

Esse alguém é diferente.

Intensamente diferente. Não estamos preparados.

O alguém é um ser sensível, carinhoso, cuidadoso para com você.

Quer, de maneira muito intensa, te fazer feliz.

Independentemente de ele ficar com você ou não.

Ele pode estar a dois mil quilômetros de você, mas sua energia se faz presente em cada segundo de sua vida.

Ele sabe que somente vai ser feliz se você for feliz.

Casal abraçado se olhando

Felicidade compartilhada.

Difícil de acreditar.

Talvez, impossível.

Esse alguém passa a te surpreender, de forma incrível, a todo instante.

Energia e luz trocadas diretamente com sua alma.

Você o vê.

Você o sente.

Esse alguém lhe acompanha em todos os seus passos e seus momentos, mesmo os não tão bons.

Ele não sai dali. Muitas vezes você não gosta disso, pois ainda não entendeu o que acontece.

Casal com parceiro atrás se olhando

Neste instante, você passa a não acreditar no que acontece.

Pode ser fantasia, engodo, farsa, mentira, ilusão.

Pode ser tudo isso junto.

Pode?

Você se assusta. Tudo está em desacordo com sua programação de vida. Impossível, não é real, pensa.

Esse alguém lhe virou ao avesso.

Talvez porque você tenha feito, de alguma maneira, o mesmo com ele.

Ele deve ter percebido a mesma energia em você.

Uma energia que você achava que não tinha mais.

Você tem. Certamente.

Casal sentado abraçado

Você também pode gostar de:

Então, duvidando de sua própria vida e escolhas, você prefere afastar esse alguém de você.

Esse alguém, que teve a ousadia de revirar sua vida, como ninguém havia conseguido antes.

Que teve a enorme ousadia de lhe ofertar amor incondicional.

Que vive dentro de você.

E você se retira mais uma vez.

Mas o alguém lhe entende.

Pois sabe que estás fugindo de si mesma.

Casal abraçado de lado

Sabe que tem situações para ainda enfrentar.

Que ainda não está pronta para amá-lo de verdade.

Que precisa se encontrar consigo mesma.

E vai lhe esperar, nem que seja pela eternidade.

O alguém lhe ama muito.

E terá a paciência de um monge, pois sabe que a vida que insistentemente procurou está dentro de você.

Finalmente, você apareceu.

Que Deus lhe abençoe sempre.

O post Quando, finalmente, aparece alguém apareceu primeiro em Eu Sem Fronteiras.



Fonte do Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *