Neymar é acusado de estupro e divulga troca de mensagens para se defender

Tempo de leitura: 6 minutos


São Paulo — O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, que está sendo acusado por uma mulher de estupro, divulgou um vídeo na noite deste sábado (01) em suas redes sociais para se defender. Ele alega que é inocente e vítima de extorsão.

Para comprovar seu argumento, o jogador compartilhou trechos de conversas com a mulher, que inclui fotos dela, em mensagens trocadas pelo celular.

“Estou sendo acusado de estupro. É uma palavra pesada, é uma coisa muito forte, mas é o que está sendo feito no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim, muito triste escutar isso, porque quem me conhece sabe do meu caráter, da minha índole, sabe que eu jamais faria uma coisa desse tipo”, disse no vídeo.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by 3n310ta 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) on Jun 1, 2019 at 7:44pm PDT

“O que aconteceu num dia foi uma relação entre um homem e uma mulher, entre quatro paredes, algo que acontece com todo casal, e no dia seguinte não aconteceu nada demais. A gente continuou trocando mensagem, ela me pediu lembrança pro filho e eu ia levar. Agora estou sendo pego de surpresa por causa disso”, continuou.

Na manhã deste domingo (02), as trocas de mensagem não estavam mais disponíveis. O conteúdo, no entanto, mostra um flerte entre o jogador e a mulher, com fotos íntimas e declarações dos dois lados. “Vai gostar ainda da massagem que vou te fazer”, diz ela em determinado momento. “Saudade do que a gente não viveu ainda”, comenta Neymar.

O jogador pagou a passagem aérea e a hospedagem da mulher, cujo o nome precisa ser mantido em sigilo, para Paris. Depois de desembarcar, eles trocaram mensagem e Neymar falou que já estava bebendo. Ela respondeu: “Nossa também quero. 203 (provavelmente o número do quarto). Pode entrar. E pula em cima de mim”.

Em determinado momento, ela envia uma foto com uma roupa preta e Neymar comenta: “Muita roupa”. Ela então responde: “Vem tirar”. A moça também pediu para o jogador do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira um presente para seu filho e ele falou que iria providenciar.

Acusação

No sábado (01), o UOL Esportes revelou que uma mulher, que teve sua identidade preservada, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) acusando Neymar, de ter cometido estupro. O crime teria acontecido em Paris, na França, em 15 de maio, às 20h20, em um hotel de luxo da cidade.

No documento, a vítima relata que conheceu o jogador pelo Instagram e, após trocas de mensagens, foi convidada por Neymar para ir até Paris para um encontro. Um assessor do atacante, que a moça chamou de “Gallo”, entrou em contato e passou os dados da passagem aérea e de hospedagem em Paris.

O B.O. indica que a mulher viajou em 14 de maio e, no dia seguinte, chegou à capital francesa, se hospedando no hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe.

Ela contou que Neymar chegou por volta de 20 horas no hotel, aparentemente embriagado, e após conversarem e trocarem carícias, o jogador se tornou agressivo e “mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”.

A mulher deixou a França no dia 17 de maio e explicou que, por estar abalada emocionalmente, não quis registrar o B.O. em outro país e optou por fazer em São Paulo, onde vive. O documento foi registrado na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, e um inquérito foi aberto pela delegada Juliana Lopes Bussacos.

A Secretaria de Segurança Pública, através de sua assessoria de imprensa, resumiu a situação e não forneceu maiores detalhes. “Houve uma denúncia registrada pela vítima na 6ª DDM. O inquérito policial segue em sigilo”, explicou em nota.

“Extorsão”

Após a acusação, o pai do jogador, que cuida de sua carreira, garante que o atleta está sendo vítima de uma acusação mentirosa e que a moça que fez o Boletim de Ocorrência tentou extorquir o jogador após ter tido uma relação sexual com consentimento.

“É uma pessoa acusando o Neymar, mas temos provas de que nada aconteceu. O Neymar caiu nesta armadilha. Agora temos de fazer o possível para mostrar a verdade, porque hoje nem namorar ele vai poder mais”, afirmou Neymar pai, em entrevista à TV Bandeirantes.

Ele confirmou que a mulher se encontrou com Neymar em Paris. Os dois fizeram sexo, mas segundo Neymar pai, houve consentimento entre as partes. “Foi uma relação consentida, não houve estupro. Depois ela tentou marcar outros encontros, mas o Neymar percebeu que podia ser algum golpe e se afastou”, comentou.

A partir daí, um advogado da moça teria procurado o pai de Neymar e seus representantes e exigiu dinheiro para não registrar o Boletim de Ocorrência. “Tiramos fotos, tenho mensagens do WhatsApp marcando o encontro comigo e coloquei três testemunhas para esse encontro. Naquele momento não sabíamos os motivos, mas a gente já estava esperando por isso, porque recebemos a extorsão”, disse.

“O Neymar conseguiu guardar as conversas e tudo o que se fala sobre essa relação. Em nenhum momento fez isso. Sei que meu filho pode ser acusado de muitas coisas, mas sei o menino que ele é. Sei o homem que Neymar é; então, é filho de pai e mãe. Desta vida, a gente vai fazer com que a justiça venha o mais rápido possível”, continuou.

“É mais uma lição que a gente aprende, que o Neymar aprende. O estrago é grande porque uma acusação dessas… A Justiça vai saber lidar com isso”, afirmou Neymar pai, lembrando que vai conversar com seus advogados para ver o que vai fazer.

“Ninguém entrou em contato com a gente. O estranho é que o boletim é de ontem e já vazou. O Neymar não foi notificado e vou ouvir os advogados e tomar as devidas providências”, concluiu.

A NR Sports, que cuida da assessoria de imprensa do jogador, divulgou uma nota reafirmando a “tentativa de extorsão” da mulher.

Veja a nota na íntegra

“Foi divulgado hoje, há algumas horas, uma notícia envolvendo o atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a notícia, os fatos já eram de conhecimento do atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vítima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vítima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente”.

 

Link do Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *