Anúncio Patrocinado



O veganismo não é uma dieta, mas sim um conjunto de práticas, que por sua vez é focado nos direitos dos animais, o que está vinculado a uma alimentação vegetariana.

Assim, os veganos são vegetarianos, ou seja, não podem consumir alimentos que contenham carne de nenhum animal, incluindo aves, peixes e invertebrados, nem seus derivados, como ovo, leite, gelatina, mel e cochonilha, por exemplo.

Anúncio Patrocinado

O termo “veganismo” significa uma ideologia de vida que procura excluir, na medida do possível, todas as formas de exploração animal: na alimentação, no vestuário ou em qualquer outro meio.

Dessa forma, veganos são vegetarianos que excluem animais não apenas de sua dieta, mas em todos os aspectos da vida. Também evitam produtos testados em animais e lugares que os usam como entretenimento.

Você também pode gostar:

Trata-se, por sua vez, de um modo, de um estilo de vida que tem por princípio o respeito aos direitos animais, sendo acima de tudo uma prática universal.

Essa ideia de viver de uma alimentação natural existe desde o século 19, e consiste na prática de viver de frutas, nozes, vegetais e grãos.

Portanto, exclui de sua dieta carne, peixe, galinha, ovos, mel e leite de animais, além de manteiga e queijo.

Essa prática, o veganismo tem como fundamento a busca pelo incentivo à fabricação e pelo uso de alternativas aos produtos animais.

Já o termo “vegetarianismo” se refere a um sistema de alimentação que, por sua vez, trata-se de uma dieta feita de alimentação natural, portanto seus adeptos se alimentam de produtos de origem vegetal, como cereais, grãos, verduras, sementes e nozes.

Cogumelos e leveduras não são vegetais, mas são consumidos por vegetarianos.

A dieta vegetariana

A cota de alimentos que a pessoa ingere é um regime alimentar; portanto, é uma dieta. Dessa forma, a dieta vegetariana é considerada adequada para as necessidades humanas de proteínas, lipídeos, carboidratos, minerais e para a grande maioria das vitaminas, podendo ser praticada em todas as fases de vida por crianças, adultos, adolescentes, idosos, gestantes e atletas.

Assim, o vegetarianismo é um regime alimentar, uma dieta que exclui o consumo de carnes. Em nosso país, no Brasil, somos 14% da população que se declara vegetariana, segundo pesquisa do Ibope, em 2018; e isso representa quase 30 milhões de brasileiros que se consideram praticantes dessa dieta alimentar, que tem como propósito não somente a alimentação natural, mas o objetivo de salvar os animais da escravidão e do abate todos os dias. E também tem como meta fortalecer o movimento vegetariano, expondo a crueldade da indústria da carne ao grande público, além de divulgar os seus grandes benefícios à saúde.

O Programa Segunda Sem Carne (SSC), implantado no Brasil pela Sociedade Vegetariana Brasileira, comemora o recorde de 327 milhões de refeições vegetais servidas no Brasil, na última década. Apenas no primeiro semestre de 2019 mais de 40 milhões de pratos à base de vegetais foram servidos em território brasileiro.

A iniciativa ajuda a promover uma alimentação balanceada na vida da população, contribuindo também com a redução de doenças provocadas pelo consumo de produtos de origem animal.

O post Dia Mundial Vegano apareceu primeiro em Eu Sem Fronteiras.



Fonte do Artigo

Artigo anteriorVítima de incêndio no Edifício Joelma que morreu queimado volta em carta psicografada perturbadora: “Elevadores quebraram”
Próximo artigoPedro Scooby se irrita com atitudes de Luana Piovani, expõe a ex-mulher e manda duro recado
Joana Sobrinho
Joana Sobrinho Inscreva-se 📽 Youtube Instagran Facebook Street Extreme ❌ 👻: joanasobrinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui