Anúncio Patrocinado


A chef Angelita Gonzaga, dona do Arimbá, renomado point de comida caipira na região de Perdizes, em São Paulo, aliou-se ao expert em churrasco americano Anderson Amar, fundador da SMK BBQ, para um almoço especial a quatro mãos.

No próximo sábado (23), para comemorar o aniversário de 4 anos do renomado restaurante, a dupla criou um cardápio exclusivo com Rabada defumada com angu de milho e azedinha (R$42,90), Pastrami de língua bovina (R$29,50) e Sanduíche de copa lombo defumada na broa de milho, servido com salada de repolho e abacaxi (R$21,50).

Anúncio Patrocinado

Para adoçar, Pudim de tapioca com calda cítrica e Churros rústicos, preparados com milho e banana-da-terra, servidos com doce de leite (R$19,50, cada).

Americanizando a cozinha caipira?

“Não vamos americanizar a cozinha caipira, mas podemos juntar as técnicas defumando a rabada no estilo americano com um tempero mais nosso. Não tenho a pretensão de ser uma casa de carnes no estilo americano, isso fugiria do nosso conceito. Agora, pense nesse copa lombo defumada no pit com o tempero que é segredo do Anderson como recheio de uma broa de milho… Aí, sim! É que não existe o churrasco caipira. Existe o tropeiro, a lenha, a brasa, a carne no galho de madeira, no disco de arado, no fogo de chão dos estancieiros do Rio Grande do Sul e, essa forma de fazer carne à moda caipira harmoniza com a técnica bruta do churrasco americano”, opina a chef.

“É muito interessante o cozimento em baixa temperatura e o processo com lenha do churrasco americano no pit (equipamento da técnica do churrasco de defumação). É uma coisa bruta, que não deixa de ser algo campeiro, de assadores, country e tem tudo a ver com a culinária caipira”, emenda Angelita, que também servirá os pratos da casa.

Para gringos e nativos

Aliás, para registro – e também para não perder a oportunidade de dar uma notícia exclusiva por aqui – , vale ressaltar que a SMK acaba de assinar um contrato para fabricação de pits encomendados por uma rede de restaurantes dos Estados Unidos e Canadá. Essa é a primeira vez que equipamentos do tipo são exportados. É o mercado brasileiro “ensinando o Pai Nosso ao vigário”.

“A ideia é não fugir do que o restaurante já tem como característica e demonstrar que os equipamentos de defumação cabem em qualquer cozinha. Não precisamos ficar atrelados ao churrasco americano propriamente dito. Podemos  utilizar as técnicas e os pits adaptados à nossa gastronomia”, completa Amar.

“Em relação aos pratos, faremos todos em cocção lenta: sobrepaleta suína (copa lombo) em 12 horas, rabada em 8 horas e pastrami de língua em 6 horas. Todos com um grau de defumação compatível ao nosso paladar que tanto nos agrada e também aos estrangeiros que têm me procurado”, finaliza ele.

Como curadora desse primeiro encontro da cozinha caipira com a defumação do churrasco americano, dá para garantir que a execução dos preparos no Arimbá promete!

Para beber, a sugestão da casa são as gasosas, refrigerantes naturais, oferecidos nas maçã-verde com hortelã, capim-limão, abacaxi e manjericão, e lima da Pérsia com pimenta-de-cheiro (R$ 11,90, cada). Já na carta de drinks, a novidade é a caipirinha de poejo (R$ 10,90), feita com cachaça artesanal, limão-cravo e poejo (menta) – R$23,50, e chope artesanal Backer – R$10,90 (330ml).

Serviço

Arimbá: Rua Ministro Ferreira Alves, 464B – Perdizes

Dia 23 de novembro (sábado), das 12h às 17h.





Link do Artigo

Artigo anteriorConstrua Hábitos de Sucesso para sua Carreira
Próximo artigoSem sutiã e com bumbum empinado, Gracyanne Barbosa passa dos limites e dispara: “Na nuca”
Joana Sobrinho
Joana Sobrinho Inscreva-se 📽 Youtube Instagran Facebook Street Extreme ❌ 👻: joanasobrinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui